Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / PF solicitou prisão domiciliar de Aécio, mas pedido foi negado por PGR e STF

PF solicitou prisão domiciliar de Aécio, mas pedido foi negado por PGR e STF

Polícia Federal (PF) pediu a prisão domiciliar do senador Aécio Neves(PSDB-RJ), de sua irmã Andrea Neves e dos deputados federais Benito Gama(PTB-BA), Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Paulinho da Força (Solidariedade-SP) — todos foram alvos da Operação Ross, deflagrada na manhã desta terça-feira (11). Os pedidos foram negados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello.

Segundo informações publicadas pelo jornal O Globo, a PGR concordou com três pedidos de prisão de pessoas ligadas à Aécio: o marqueteiro Paulo Vasconcelos e os empresários Flávio Jacques e Ricardo Guedes. Mas o STF negou a solicitação e permitiu apenas que fossem realizadas buscas e apreensões relacionadas a eles.

No pedido negado, a PF também solicitou a suspensão dos mandados parlamentares de Aécio, Cristiane, Gama e Paulinho da Força. São investigados ainda os senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Antonio Anastasia (PSDB-MG).

A ação desta terça é um desdobramento da Operação Patmos, deflagrada pela PF em maio de 2017, baseada na delação premiada do executivos da JBS, Joesley Batista e Ricardo Saud.

Na delação, Batista e Saud relataram terem repassado cerca de R$ 100 milhões em propina a Aécio Neves, em 2014 e 2017, por meio de notas fiscais frias. O dinheiro seria destinado a comprar o apoio do PTB por R$ 20 milhões e do Solidariedade por R$ 15 milhões. A defesa do tucano nega as acusações e alega se tratar de doação de campanha recebida legalmente.

Cristiane Brasil, Benito Gama, o tesoureiro do PTB Luiz Rondon e Agripino Maia receberam uma notificação para depor. Ao todo, foram expedidos 24 mandados de busca e apreensão em oito estados e no Distrito Federal. São investigados os crimes de corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Fonte.: Futura Press

Sobre admin

Veja também

Battisti ficará em isolamento por um ano em prisão na Sardenha

Detido no presídio de Massama, em Oristano, na Sardenha, Itália, o ex-terrorista Cesare Battisti, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *