Útimos Posts
Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Líderes bolivianos pedem fim da violência e Bachelet expressa preocupação

Líderes bolivianos pedem fim da violência e Bachelet expressa preocupação

Autoridades bolivianas de alto nível pediram neste sábado (16) a pacificação do país, após a morte, na véspera, de cinco camponeses leais ao ex-presidente Evo Morales em confrontos com a polícia, o que levou a ONU a alertar contra o uso desproporcional da força pelo novo governo.

“Estamos passando por momentos difíceis, pedimos aos movimentos sociais e outras organizações que diminuam as posições. Não podemos viver de luto”, reclamou a presidente da Câmara de Senadores, Eva Copa, do partido de Morales.

“Convocamos a agora situação a poder sentar para dialogarmos sobre as bases nas quais vão ser enquadradas esta convocação e estas [novas] eleições”, disse Copa.

Jerjes Justiniano, ministro da Presidência do novo governo da presidente interina Jeanine Áñez, tinha afirmado antes que as gestões para acabar com a violência devem envolver “o país todo” e pediu aos bolivianos: “vamos parar com essa atitude (de confronto) e, ao contrário, buscar coisas que nos unam”.

Contudo, uma “concentração pela paz”, convocada por associações de moradores de La Paz para pedir por o fim da violência após quase quatro semanas de protestos, confrontos e saques, foi suspensa de última hora, segundo os organizadores, “por motivos de segurança”.

A algumas quadras do local onde a concentração aconteceria, cerca de mil camponeses vindo de um povoado de La Paz marcharam em protesto contra o novo governo provisório e em defesa de Morales.

Morales, asilado no México desde a terça-feira, renunciou no domingo após perder o apoio das Forças Armadas, após três semanas de protestos por sua questionada reeleição no pleito de 20 de outubro.

Jean Arnault, enviado pessoal do secretário-geral da ONU, António Guterres, para se unir a uma mesa de negociação entre governistas e congressistas pró-Morales, teve neste sábado um primeiro contato com Áñez no Palácio Quemado, em La Paz.

Falou com ela sobre a “pacificação”, “e da necessidade urgente de um diálogo e conseguir o objetivo desejado de realização de eleições transparentes” (um compromisso assumido pela presidente interina), disse a jornalistas.

A violenta sexta-feira, que deixou cinco camponeses cultivadores de coca mortos, segundo o governo, e oito, de acordo com a Defensoria Pública, elevou a 15 o balanço provisório de mortos desde o início dos conflitos.

– ‘Sair do controle’ –

A Alta Comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, denunciou neste sábado “o uso desnecessário e desproporcional da força pela polícia e pelo Exército” que pode levar a situação na Bolívia a “sair do controle”.

“Realmente me preocupa que a situação na Bolívia possa sair do controle se as autoridades não a gerenciarem cuidadosamente, de acordo com as normas e os padrões internacionais que regem o uso da força e com um respeito pleno aos direitos humanos”, ressaltou a Alta Comissária.

Bachelet destacou que 14 pessoas morreram nos seis dias seguintes ao exílio do ex-presidente Evo Morales no México. “Condeno essas mortes. Trata-se de um desenvolvimento extremamente perigoso, pois longe de apaziguar a violência, é possível que a agrave”, acrescentou.

A proclamação da direitista Áñez como presidente na terça, em uma sessão sem o quórum regulamentar e após a renúncia de todos os que lhe antecediam na linha sucessória, revolta os seguidores de Morales.

“Tem mobilizações por toda parte, essas últimas 72 horas foram duras”, criticou o ministro de Governo (Interior), Arturo Murillo, que anunciou que a ordem que as forças militares e policiais receberam é de “proteger o povo”.

Desde a renúncia de Morales, após quase 14 anos no poder, seus partidários protestam nas ruas convencidos de que ele foi vítima de um golpe de Estado por parte da oposição.

“Nosso povo pede paz e acordo”, tuitou Morales, do México. “Reitero minha convocatória ao diálogo de alto nível com mediadores para pacificar nossa querida Bolívia e preservar a vida e a democracia”.

A presidente interina denunciou a presença de “grupos subversivos armados” no país, compostos por estrangeiros e bolivianos, mas expressou confiança de que “muito em breve possamos gritar liberdade”.

“O propósito é que haja uma transição democrática e pacífica, mas infelizmente Evo Morales deixou uma estrutura de violência que está afetando todos nós”, criticou neste sábado em contato por telefone com o líder opositor venezuelano Juan Guaidó, a quem exortou “libertar” seu país.

Em outro sinal das mudanças drásticas entre o governo de Áñez e o de Morales – aliado de Havana e da Venezuela, de Nicolás Maduro -, o diretor do escritório boliviano da Interpol informou neste sábado que um primeiro contingente de 226 médicos cubanos, de um total de 725 colaboradores, foram repatriados.

Fonte.: AFP

Sobre admin

Veja também

LULA DEFENDE POLARIZAÇÃO E DIZ QUE PIOR INIMIGO DO BRASIL É A DESIGUALDADE

Fonte.: (Reuters) – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na sexta-feira que o …

Marquise cai e mata mulher em centro de compras no interior de SP

O Corpo de Bombeiros deslocou 15 homens distribuídos em quatro equipes para atender a ocorrência …

Flamengo é campeão da Libertadores 2019 após virada incrível contra o River

Com muita emoção, um verdadeiro teste para cardíacos. Foi assim que o Flamengo, o time-sensação …

Gugu Liberato foi dado como morto duas semanas antes da verdadeira morte

SÃO PAULO, SP – Fonte.:  (FOLHAPRESS) – O apresentador Gugu Liberato, 60, teve sua morte …

Floyd Mayweather anuncia retorno da aposentadoria e promete novo evento com Dana White

Sem lutar profissionalmente desde 2017, quando nocauteou Conor McGregor no 10º round, Floyd Mayweather voltará …

Netanyahu é indiciado por corrupção, fraude e abuso de confiança

É a primeira vez que um premiê israelense é indiciado no exercício do cargo SÃO …

Aliança pelo Brasil terá Bolsonaro presidente e Flávio como vice

O partido em criação Aliança pelo Brasil será comandado pelo presidente Jair Bolsonaro e terá o senador Flávio …

Galvão Bueno se sente mal e não narrará final da Libertadores

A final da Libertadores já teve uma grande perda. Galvão Bueno, sempre presente nos momentos …

Gugu sofre acidente doméstico e é internado em estado grave

Gugu Liberato, 60, sofreu um acidente doméstico na quarta-feira (20). Segundo Amaury Júnior, o estado …

Zezé di Camargo é internado com urgência e passa por cirurgia em SP

O cantor foi internado e acabou deixando seus fãs preocupados Recentemente, o cantor Zezé Di …

Ferrari evita encontro de Vettel e Leclerc após batida em Interlagos

Um lance entre os dois pilotos acabou deixando um climão nos bastidores SÃO PAULO, SP …

Brasil vence Coreia do Sul e finda jejum no último amistoso do ano

Seleção Brasileira fechou o marcador com um golaço marcado por Danilo A Seleção Brasileira encerrou …

Ônibus com 51 estudantes universitários tomba em MG

RESUMO DA NOTÍCIA Os jovens voltavam de jogos universitários quando o veículo perdeu o freio …

Governo de Andradina comemora o feriado da Consciência Negra com o “Andra Afro”

Dia 20 de novembro é celebrada a Consciência Negra. Para comemorar a data, a Secretaria …

Morre Tuka Rocha, ex-piloto de Stock Car, 3ª vítima de queda de avião

A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) Morreu na …

O que você precisa saber para começar o domingo

Apoiadores do ex-presidente Evo Morales são mortos em confrontos com a polícia na Bolívia; na …

Alexandre Garcia se casa um dia após completar 79 anos

O jornalista contou a novidade por meio de uma foto no Instagram ao lado da …

Hamilton defende GP do Brasil em SP: ‘Não precisamos derrubar árvores’

“Já temos um circuito histórico aqui, não precisa derrubar árvores, destruir mais território”, disse o …

Embaixada da Venezuela é invadida em Brasília por apoiadores de Guaidó

20 simpatizantes de Juan Guaidó teriam invadido o local SÃO PAULO, SP- Fonte.:  (FOLHAPRESS) – …

Tite mantém mistério sobre escalação da seleção contra Argentina

Brasil e Argentina se enfrentarão nesta sexta-feira, em Riad, na Arábia Saudita, às 14 horas …

Tamiko confirma prorrogação de inscrições do novo curso de Turismo Receptivo até quinta

A prefeita Tamiko Inoue realizou reunião, na manhã desta quarta-feira (13), no Centro Paula Souza, …

1ª Caravana no Campo mobiliza comunidade do assentamento Timboré

A Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Governo de Andradina em parceria com FEA (Fundação Educacional …

Gestão de Negócios é tema de novo curso em Andradina

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico Emprego e Renda do Governo de Andradina deu início ao …

Dia da Consciência Negra é comemorado em Andradina

No dia 20 de novembro, quarta-feira, será comemorado em Andradina o feriado da Consciência Negra …

Filho de 17 anos mata mãe e esconde corpo dentro do armário

No momento em que foi detido, o jovem confessou às autoridades locais que tinha feito …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O governo mexicano concedeu asilo a Evo nesta segunda (11) LA PAZ, BOLÍVIA (FOLHAPRESS) – …

Andradina recebe novo ônibus para Educação

A prefeita Tamiko Inoue recebeu, na manhã desta segunda-feira (11), um ônibus escolar zero-quilômetro para …

Gastronomia foi o destaque da Festa das Nações do Governo de Andradina

A terceira Festa das Nações da Secretaria de Cultura do Governo de Andradina atraiu grande …

Embalado por vitória no UFC Rússia, Volkov desafia ‘Cigano’; brasileiro aceita e provoca

A mudança de adversário faltando pouco tempo para o combate não atrapalhou Alexander Volkov, que …

Flamengo vira sobre o Bahia, e torcida grita “é campeão!”; acompanhe o pós-jogo

Rubro-Negro faz três gols depois do intervalo e volta a abrir 10 gols de vantagem …

Evo Morales anuncia renúncia na Bolívia

Evo Morales renunciou ao cargo de presidente da Bolívia oficialmente em comunicado feito em rede …

Alunos da rede municipal fazem feira do empreendedor em Andradina

As escolas da rede municipal de ensino do Governo de Andradina estão apresentando os resultados …

Justiça autoriza Lula a deixar cadeia após 580 dias

Após 580 dias preso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve deixar sua …