Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Homem abre fogo em catedral de Campinas, mata quatro pessoas e se suicida

Homem abre fogo em catedral de Campinas, mata quatro pessoas e se suicida

Um homem abriu fogo na Catedral Metropolitana, em Campinas (SP), e deixou ao menos cinco pessoas mortas e três feridas no início tarde desta terça-feira (11). O suspeito de realizar o tiroteio dentro da igreja teria cometido suicídio em frente ao altar logo após o ocorrido, segundo a Polícia Militar.

De acordo com a prefeitura de Campinas, um homem de cerca de 30 anos de idade entrou na Catedral atirando por volta de 13h — havia uma missa ocorrendo no local desde 12h15.

O Corpo de Bombeiros e equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram enviadas ao local por volta das 13h20 após a polícia receber um chamado. Segundo os bombeiros, foram apreendidos uma pistola e um revólver calibre 38.

Além das quatro pessoas mortas, outras quatro ficaram feridas. Duas foram encaminhadas ao Hospital Municipal Mário Gatti, uma seguiu para o Hospital de Clínicas da Unicamp e outra foi para hospital Beneficência Portuguesa.

“No fim da missa uma pessoa entrou atirando e fez algumas vítimas. Ninguém pôde fazer nada, ajudar de forma nenhuma”, relatou o padre Amauri Thomazzi, que rezava a missa de 12h15 no momento em que o atirador entrou no local.

Em postagem nas redes sociais, o pároco aparece com voz trêmula e emocionada, relatando como foi o incidente visto de dentro da igreja. “Foram mais de 20 tiros aqui dentro e depois ele se matou”, conta.

O padre finaliza o vídeo pedindo orações às vítimas e às famílias: “Está tudo bem, mas ainda estamos muito abalados com o que aconteceu”.

As vítimas ainda não foram identificadas e a polícia investiga qual teria sido a motivação do crime.

O entorno da Catedral, localizada no centro da cidade, foi isolado pela polícia e câmeras de monitoramento da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cincamp) serão utilizadas para rever imagens gravadas na área.

Por meio de nota, o prefeito João Donizete afirma que a prioridade “é dar total atenção aos feridos e às famílias das vítima”.

(Com informações do portal G1 e da rádio BandNews FM)

Fonte.: Yahoo Noticias

Sobre admin

Veja também

Battisti ficará em isolamento por um ano em prisão na Sardenha

Detido no presídio de Massama, em Oristano, na Sardenha, Itália, o ex-terrorista Cesare Battisti, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *