Governo de Andradina realiza mutirão de combate a dengue e escorpião

A prefeita Tamiko Inoue acompanhou a ação de combate a dengue e escorpião realizada, na manhã desta segunda-feira (21), nos bairros Vila Botega, Stela Maris, Jardim Brasil e região.

Reunindo diversas Secretarias como a de Saúde e Higiene Pública, Administração, Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento, Trânsito, entre outras, almoxarifado e diversos órgãos municipais, a medida visa conscientizar a população sobre os perigos da doença e do animal peçonhento, que podem matar, e fazer com que todos ajudem no combate através de medidas simples como o descarte correto dos materiais que podem acumular água parada.

Fora realizadas orientações aos moradores com agentes de Saúde e de Endemias, e nebulização das casas.  Além disso a mutirão realiza a limpeza de terrenos privados e retirada de entulhos, que já foram notificados e os donos não regularizam a situação, limpeza de terrenos e áreas públicas, calçadas e vias, além de poda de árvores.

O trabalho continua nesta terça e quarta no quadrilateral entre a Avenida Guanabara e a Rua Antônio Modesto Filho e da marginal da Rodovia Marechal Rondon até a Rua Iguassu. Após esta etapa, a previsão é que nos dias 11,12 e 13 de fevereiro o mutirão chegue a região da Vila Mineira e São Pedro.

Segundo explica o secretário de Saúde, Marcelo Gimenez, não só Andradina como todo Estado vive uma situação alarmante em relação a larvas e casos de dengue.

“Observar no quintal da sua residência, comércio, obra em construção se existem recipientes, por menor que seja, acumulando água.

A medida é bastante simples e a mais eficaz. A orientação é a mesma para a população que não tenha recipientes que acumule água, a pulverização mata o mosquito e não a larva”.

Gimenez explica que em caso de sintomas o cidadão pode procurar as unidades de saúde do município, que atendem das 7h às 20h. As unidades estão aptas a receber a pessoa que está com suspeita de dengue.

“É feita uma primeira avaliação, sendo que os casos leves são acompanhados na própria unidade. Os casos mais complexos são encaminhados a UPA24h para avaliar a necessidade ou não de internação”.

Decreto

Tamiko também emitiu um decreto estado de emergência na saúde pública municipal, por epidemia de dengue e riscos de outras doenças.

Entre diversas medidas, o documento reforça que a Administração Pública deve primar pela observância do interesse público, em detrimento ao interesse privado, atuando, em casos relativos, com extrema prudência, na busca pela eliminação nos riscos da doença.

Fonte.: Secom Prefeitura de Andradina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.