Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Funerárias processam pastor por falsa ressurreição na África do Sul

Funerárias processam pastor por falsa ressurreição na África do Sul

Funerárias da África do Sul devem processar um pastor acusado de simular a ressurreição de pessoas. O religioso, Alph Lukau, ganhou notoriedade depois que começou a circular pela internet um vídeo que mostra o milagre.

Nas imagens, Lukau pede a um homem que aparece deitado dentro de um caixão que se levante. O “morto” rapidamente se ergue e é aplaudido por uma multidão.

Três funerárias locais afirmam que foram manipuladas para que participassem da simulação e que vão processar representantes da igreja por danos à reputação de suas marcas.

Segundo uma das empresas,  “supostos membros da família do falecido disseram que tiveram um conflito com um outro fornecedor de serviços funerários”. Eles colocaram um adesivo de uma funerária concorrente em um carro particular para tornar sua versão mais fácil de acreditar.

O caso foi criticado por milhares de pessoas e teve que ser demitido por um órgão oficial do país. “Não existem milagres. São tentativas de ganhar dinheiro com o desespero do nosso povo”, disse a Comissão para a Promoção e Proteção de Comunidades Culturais, Religiosas e Linguísticas à emissora estatal da África do Sul.

Diante da polêmica, o pastor voltou atrás e disse que o morto já estava vivo quando foi filmada a cena. Ele afirmou que apenas havia “completado um milagre que Deus já havia realizado”.

Fonte.: Yahoo Finanças

Sobre admin

Veja também

Wilder vai defender título dos pesos pesados contra Breazeale

O americano Deontay Wilder anunciou nesta terça-feira que vai defender sua coroa dos pesos pesados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *