Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Funcionários do Banco do Brasil fraudaram aposentadoria com medo de reforma da Previdência

Funcionários do Banco do Brasil fraudaram aposentadoria com medo de reforma da Previdência

Funcionários do Banco do Brasil teriam fraudado aposentadorias com medo das mudanças da reforma da Previdência. A denúncia foi feita por Alessander Jannuci, procurador federal da Advocacia-Geral da União.

Segundo ele, as pessoas que receberam de maneira fraudulenta os benefícios investigados na Operação Barbour são funcionárias públicas do Banco do Brasil.

“Os 38 benefícios objeto desta ação de improbidade são de servidores do Banco do Brasil. Eles só praticavam fraude com relação a funcionários do Banco do Brasil?

Não, o Banco do Brasil teve uma parceria mais célere e forneceu os documentos de uma maneira mais rápida, que permitiu aferir pontualmente o modus operandi da fraude e quais seriam esses benefícios”, indica.

O procurador afirma que são pessoas que “já haviam tentado, em alguns casos, a aposentadoria por meio de um serviço gratuito que o próprio Banco do Brasil oferece, tiveram a aposentadoria negada e viram nessa possibilidade espúria, contrária aos interesses sociais, a possibilidade de virem a se aposentar e de certo modo não serem atingidos por uma eventual reforma da Previdência Social”, diz Jannuci.

Operação Barbour

No ano passado, a Polícia Federal deflagrou uma operação para investigar um esquema de fraudes de pedidos de aposentadoria. De acordo com a polícia, o grupo teria causado prejuízos de R$ 170 milhões.

Os membros apresentavam documentos falsos para provar que os funcionários, que estariam se aposentando por tempo de contribuição, trabalhariam sob condições insalubres.

Jannucci indica agora que a nova etapa da apuração vai analisar se os beneficiários sabiam que se tratava de uma fraude. A aposta do procurador é que essa hipótese de comprove, “porque alguns deles apresentaram comprovantes de residência falsos”.

Fonte.: Yahoo Finanças

Sobre admin

Veja também

Temer é ‘chefe da organização criminosa’, dizem Justiça Federal e MPF

O ex-presidente Michel Temer, preso preventivamente nesta quinta-feira pela força-tarefa da operação Lava Jato, foi apontado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *