Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Francis Ngannou nocauteia Cain Velasquez em 26 segundos no UFC Phoenix

Francis Ngannou nocauteia Cain Velasquez em 26 segundos no UFC Phoenix

Quase três anos de espera para 26 segundos de luta. Cain Velasquez voltou de um longo período de inatividade para enfrentar Francis Ngannou no UFC Phoenix, neste domingo (17), mas acabou sendo nocauteado ainda nos primeiros instantes do combate.

Para completar, o ex-campeão dos pesados, conhecido por sua propensão a lesões, sentiu uma contusão no joelho ao cair no solo.

Ao contrário do que se esperava, Velasquez partiu para cima de Ngannou logo que o árbitro autorizou o início do duelo. E Francis, perigoso em pé mas fraco no chão — como Stipe Miocic provou em 2018 —, não chegou a defender nenhuma queda. Quando Cain iniciou a primeira ‘blitz’, levou um upper que o abalou.

Na tentativa de grudar no camaronês, o ex-detentor do cinturão foi novamente atingido e caiu com as duas pernas abertas, gritando de dor pelo que aparentemente foi uma torção em um de seus joelhos.

Apesar de as câmeras terem flagrado sua reclamação, Cain preferiu não falar de lesão em sua entrevista pós-luta. O veterano decidiu exaltar a vitória de Ngannou e declarou apenas que o combate acabou cedo demais.

Na luta coprincipal do evento, Paul Felder e James Vick entregaram aquilo que se esperava: um combate todo transcorrido em pé, com bons momentos de um e de outro. Vick, com uma grande vantagem na envergadura, deveria, até por questão de lógica, dificultar a aproximação de Felder durante todo o duelo.

No entanto, mostrou que não aprendeu com o nocaute sofrido para Justin Gaethje em agosto de 2018, voltou a cometer erros básicos na manutenção da distância e levou muitos golpes ao longo dos 15 minutos de confronto.

Apesar de ter equilibrado as ações no segundo round, ‘The Texecutioner’ mostrou um desgaste muito grande no último assalto — o mais claro a favor de Felder. Insistindo em tentativas de joelhada e golpes cruzados, Vick se abriu muito para os contragolpes de Paul, que levou a melhor na decisão dos juízes.

Antes, Cynthia Calvillo venceu Cortney Casey em uma luta modorrenta e muito vaiada pelo público de Phoenix. Na entrevista pós-luta, a atleta da ‘Team Alpha Male’ pediu para enfrentar Tatiana Suarez, quarta colocada no ranking dos pesos-palhas (52 kg) e uma das maiores revelações do plantel do Ultimate na atualidade.

Confira os resultados completos do UFC Phoenix:

Pesado | Francis Ngannou venceu Cain Velasquez por nocaute a 26s do primeiro round

Leve (70 kg) | Paul Felder venceu James Vick por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27) Palha feminino (52 kg) | Cynthia Calvillo venceu Cortney Casey por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27) Pena (66 kg) | Kron Gracie venceu Alex Caceres por finalização (mata-leão) a 2min06s do primeiro round Meio-médio (77 kg) |

Vicente Luque venceu Bryan Barberena por nocaute técnico (joelhada e socos) a 4min54s do terceiro roundPena (66 kg) | Andre Fili venceu Myles Jury por decisão unânime (triplo 29-28) Galo (61 kg) | Aljamain Sterling venceu Jimmie Rivera por decisão unânime (triplo 30-27) Galo (61 kg) |

Manny Bermudez venceu Benito Lopez por finalização (triângulo de mão) a 3min09s do primeiro round Mosca feminino (57 kg) | Andrea Lee venceu Ashlee Evans-Smith por decisão unânime (triplo 30-27) Leve (70 kg) |

Nik Lentz venceu Scott Holtzman por decisão unânime (triplo 29-28) Galo (61 kg) | Luke Sanders venceu Renan Barão por nocaute técnico (socos) a 1min01s do segundo round Palha feminino (52 kg) | Emily Whitmire venceu Aleksandra Albu por finalização (mata-leão) a 1min01s do primeiro round

Fonte.: Agfight

Sobre admin

Veja também

Wilder vai defender título dos pesos pesados contra Breazeale

O americano Deontay Wilder anunciou nesta terça-feira que vai defender sua coroa dos pesos pesados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *