Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / ‘Fazia de tudo, menos se preocupar com o trabalho’, diz Bolsonaro sobre ministério

‘Fazia de tudo, menos se preocupar com o trabalho’, diz Bolsonaro sobre ministério

Em uma entrevista concedida à Record nesta quarta-feira, 14, Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a polêmica que envolve o Ministério do Trabalho. O próximo presidente recuou novamente, e afirmou que não sabe se o Trabalho terá status de ministério ou de secretaria.

“O importante é que a legislação trabalhista será preservada, não interessa se vai ter status de ministério ou não”, afirmou. “Você pode colocar como ministério ou como secretaria, embaixo de um ministério qualquer, não influencia em absolutamente nada”.

Bolsonaro ainda fez críticas à gestão atual do ministério durante a entrevista. “Todo mundo sabe, esse ministério for largamente usado para ações não republicanas ao longo dos últimos anos”, opina. O vencedor das eleições disse ainda que a pasta conta com “um festival de denúncias”. “Esse ministério que fazia de tudo, menos se preocupar com o trabalho”, declara.

Como será?

Questionado a respeito do futuro do ministério, o futuro presidente evitou dar detalhes, mas já adiantou que a expectativa é de que ele seja diminuído, assim como grande parte dos ministérios.

“Vai ser diminuído, não há a menor dúvida. E não é apenas para enxugar o ministério, é para que ele se coloque no local que ele merece ser colocado, com a fiscalização rígida e técnica para botá-lo para funcionar”, indicou.

Propostas

De acordo com a agência Reuters, o futuro governo possui duas propostas para o futuro da pasta. A primeira delas é unir o ministério ao da Produção, enquanto a outra é a de inclui-lo no da Cidadania, de acordo com Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil. Os dois ministérios citados ainda não existem e serão criados pela gestão Bolsonaro.

“O Ministério do Trabalho ficará junto com a Produção, ou vai para o outro ministério chamado de Cidadania, que tem o desenvolvimento social, os direitos humanos. Para a gente poder sair de 30 ministérios para 16, 17 ou 15, tem que fazer essa concentração, tem que fazer essa reestruturação, e isso é bem complexo”, disse Lorenzoni, em entrevista à Rádio Gaúcha nesta quarta.

Fonte.: Yahoo Finanças

 

Sobre admin

Veja também

Secretaria de Promoção e Assistência Social abre inscrição para o Programa Especial de Auxílio e Capacitação

O Governo de Andradina, por meio da Secretaria de Promoção e Assistência Social, informa que …

PSG garante que Mbappé continuará no clube na próxima temporada

O clube francês divulgou uma nota em suas redes sociais para garantir que o atacante …

Morre o tricampeão de F1 Niki Lauda

O piloto foi um dos maiores astros da F1! Oaustríaco Niki Lauda, tricampeão de Fórmula …

Quando a polícia mata, a Justiça não serve para nada

É com naturalidade que tratamos as notícias sobre mortes causadas pela polícia: ao lado da …

‘MARCHA DO SILÊNCIO’ POR DESAPARECIDOS OCUPA RUAS DE MONTEVIDÉU

Uma maré humana inundou o centro de Montevidéu na noite desta segunda-feira para exigir informações …

Macaé recebe o Projeto Cine de Respeito

Desde que foi criado o cinema tem um encanto, uma magia na vida das pessoas. …

Obras no GIME entram em reta final em Andradina

Na manhã desta segunda-feira (20), a prefeita Tamiko Inoue percorreu as principais obras em execução …

Chacina deixa ao menos 11 mortos em Belém, no Pará

O governo do Estado deve fazer uma entrevista coletiva ainda neste domingo para dar mais …

Jon Jones se irrita com declarações de ‘Marreta’: “Mostrei respeito até agora”

Na última semana, em entrevista ao site ‘Combate.com’, Thiago ‘Marreta’ declarou que não se incomodava …

Juiz morre após sofrer mau súbito em jogo disputado na altitude da Bolívia

Domingo de tragédia para o futebol. Durante o jogo entre Always Ready e Oriente Petrolero, …

Barragem ‘bomba-relógio’ faz população de Barão de Cocais (MG) arrumar malas

“A gente está apreensivo, aguardando o momento”, diz a professora Lourdes Reis, 56. Assim como …

Deontay Wilder nocauteia no 1º round, mantém cinturão da WBC e pede por superlutas

Grande nome da renovação do pugilismo americano, o peso-pesado Deontay Wilder voltou a dar show …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *