Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Espanha sofre, mas empata com o Marrocos no fim e passa em primeiro

Espanha sofre, mas empata com o Marrocos no fim e passa em primeiro

Nesta segunda-feira, a Espanha apenas empatou em 2 a 2 contra o Marrocos, em Kaliningrado, e conseguiu com suor garantir a vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. A Fúria, com seu toque de bola envolvente, não conseguiu ser eficiente, e foi apenas burocrática durante os 90 minutos.

Os marroquinos, marcando firme e jogando bem desde o início saíram na frente com Boutalib. Os espanhóis empataram com Isco. Em um segundo tempo fraco dos campeões mundiais de 2010, a equipe africana conseguiu desempatar em cabeçada certeira de En-Neseri.

Com Iago Aspas entrando na segunda etapa, a Espanha conseguiu o empate. Em cruzamento da direita, Iago Aspas desviou para o fundo do gol. Entretanto, o juiz demorou para confirmar o tento, pois consultou o árbitro de vídeo, e em lance difícil, prevaleceu a tecnologia, e assim, o placar terminou em 2 a 2.

Agora, os comandados de Hierro medirão forças contra a anfitriã Rússia, no próximo domingo às 11h00 (horário de Brasília), em Moscou.

O jogo – Mesmo eliminado, o Marrocos queria mostrar serviço em sua despedida na Copa do Mundo, e começou a partida, marcando forte, e tentando impedir o bom toque de bola espanhol. Assim, diminuíram o ímpeto do adversário, que não encontrou vida fácil nos primeiros minutos.

Apesar do controle da posse de bola, quem saiu na frente foram os marroquinos, aos 14 minutos. Sergio Ramos falhou feio no meio de campo, Boutaib roubou a bola, avançou sozinho, e na saída de De Gea mostrou muita categoria para abrir o placar em Kaliningrado.

No entanto, segurar a Espanha é muito complicado. Cinco minutos depois, Iniesta acionou Diego Costa, que fez o pivô. O meia do Barcelona conduziu e rolou para Isco mandar para as redes, empatando rapidamente. Os africanos responderam com Boutaib de novo, mas parou em De Gea. O time de Hierro dava muitas bobeiras defensivas, cedendo oportunidades para o adversário.

O tento acabou deixando a partida mais truncada. O Marrocos começou a ser mais firme nas divididas, e os jogadores levaram dois cartões amarelos em um curto intervalo de três minutos. A tônica do jogo seguiu a mesma até o final da primeira etapa, mas sem grandes chances de gol, e as equipes foram para o intervalo empatadas em 1 a 1.

Na etapa complementar, o ritmo espanhol seguia o mesmo, mas quem quase marcou o segundo gol foi o Marrocos com Boussoufa, mas De Gea saiu bem. Minutos depois, Amrabat acertou um belo chute, mas acertou a trave, salvando a Espanha.

Depois de levar um calor dos africanos, a Fúria voltou a pressionar. Em cruzamento na área, Isco cabeceou, e o zagueiro cortou em cima da linha. Na sequência, no escanteio, Piqué cabeceou pela linha de fundo. Aos 36 minutos, em cobrança de escanteio, En-Nesyri cabeceou firme para o fundo das redes, sem chances para De Gea. A Espanha pagava o preço de ficar apenas tocando a bola de lado, e se complicava na chave.

Na reta final, o time de Fernando Hierro tentou pressionar, e conseguiu o empate, em cruzamento, Iago Aspas desviou de letra e empatou a partida. Porém, somente depois de alguns minutos o gol foi confirmado, pois o juiz principal consultou o árbitro de vídeo, e só assim, o tento foi confirmado.

FICHA TÉCNICA
ESPANHA 2 X 2 MARROCOS

Local: Arena Baltika, em Kaliningrado (Rússia)
Data: 25 de junho de 2018 (Segunda-feira)
Horário: 15h00 (de Brasília)
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)
Assistentes: Abduxam Rasulov (UZB) e Jakhongir Saidov (UZB)
Público: 33.973
Cartões Amarelos: El Ahmadi, Amrabat, Da Costa e El Ka (Marrocos)
Cartão Vermelho:
Gols:
ESPANHA: Isco aos 19 minutos do primeiro tempo e Iago Aspas aos 47 minutos do segundo tempo.

MARROCOS: Boutaib aos 14 minutos do primeiro tempo e En-Nesyri aos 36 minutos do segundo tempo.

ESPANHA: De Gea, Dani Carvajal, Gerard Piqué, Sergio Ramos, Jordi Alba; Sergio Busquets, Thiago Alcântara (Asensio), David Silva, Andrés Iniesta, Isco; Diego Costa (Iago Aspas).
Técnico: Fernando Hierro

MARROCOS: El Kajoui, Dirar, Da Costa, Hakimi; El Ahmadi, Boussoufa, Amrabat, Belhanda (Fajr), Ziyach; Boutaib (En-Nesyri).
Técnico: Renard Herve

Fonte.: GAzeta Press

Sobre admin

Veja também

Radiografia do Sebin, o temido serviço de inteligência de Venezuela

Classificado pelas organizações dos direitos humanos como “instrumento de perseguição política”, o serviço de inteligência …

Em jogo sem TV, Palmeiras vence o Atlético-MG e assume a ponta do Brasileiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Na primeira grande partida sem transmissão de TV do Campeonato …

Itaú planeja fechar até 400 agências no Brasil

Com o objetivo de se adequar à migração das transações bancárias de clientes para canais …

Idoso discute com vigilante de banco e é baleado no abdômen

  Um idoso foi baleado por um vigilante de uma agência do banco Bradesco, na …

Tamiko entrega trator e implemento agrícola para o Timboré

Na manhã desta segunda-feira (13) a prefeita Tamiko Inoue realizou ao lado do vereador Joaquim …

Morte misteriosa de cinco pessoas deixa a Alemanha em choque

A morte misteriosa de cinco pessoas, que tiveram os corpos encontrados na Baixa Saxônia, três …

Cultura de Andradina fez homenagem ao Dia das Mães

A Secretaria de Cultura do Governo de Andradina realizou na noite da última sexta-feira (10), …

Hamilton vence GP da Espanha e assume liderança da Fórmula 1

Deu Mercedes novamente. Na manhã deste domingo, Lewis Hamilton largou na segunda colocação, assumiu a …

Aldo cansa no fim e é derrotado por Alexander Volkanovski por decisão unânime no Rio de Janeiro

Ex-campeão dos pesos-penas do UFC começa a luta muito bem, mas é superado pelo fôlego …

Minotouro é nocauteado por Spann, e Thiago Moisés e Warlley Alves vencem no UFC Rio 10

Peso-meio-pesado não resiste a direto e uppercut do americano e cai nocauteado no primeiro round. …

Anderson Silva lesiona o joelho após receber chute baixo e perde para Cannonier no UFC 237

Americano recebe muitas vaias ao comemorar vitória no primeiro round contra o Spider, no co-evento …

Jéssica honra o mestre e o apelido “Bate-Estaca”, nocauteia Rose e conquista cinturão do UFC

Paranaense é a terceira brasileira a ser campeã do UFC, ajuda o país a se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *