Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Em petição a Fux, juízes querem manter vantagem do auxílio-moradia

Em petição a Fux, juízes querem manter vantagem do auxílio-moradia

Ministro do STF declarou que deve tirar benefício em troca de reajuste salarial de 16,38%

Em sua primeira manifestação ao STF (Supremo Tribunal Federal) desde que o ministro Luiz Fux anunciou que vai rever o auxílio-moradia em troca do reajuste salarial de 16,38%, a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) sustentou que não há obstáculos para que a União e os estados arquem com as duas coisas mediante remanejamento de verbas, sem aumentar despesas.

A entidade peticionou a Fux nesta sexta-feira (23) pedindo a ele que não revogue o auxílio-moradia de um modo que cause perdas nos vencimentos dos magistrados.

+ Repasse de R$ 7,5 bi da Previ ao BB leva aposentados à Justiça

Segundo a AMB, se houver o reajuste e a extinção do auxílio-moradia, os magistrados passarão efetivamente a receber menos, porque incidirão sobre o valor reajustado tributos que não incidem hoje sobre o auxílio-moradia.

“Não parece razoável que a concessão da Revisão Geral Anual dos subsídios [o reajuste salarial] venha a impor uma redução do valor nominal ou real da remuneração atualmente recebida pelos magistrados”, argumentou.

Em agosto, o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, firmou um acordo com o presidente Michel Temer no sentido de a corte extinguir o auxílio-moradia (de R$ 4.377) em troca do reajuste de 16,38%. O índice é pleiteado desde 2015 para, segundo a categoria, repor perdas acumuladas entre 2009 e 2014 por causa da inflação.

O reajuste foi aprovado no Senado no último dia 7 e aguarda sanção de Temer. O presidente tem até a próxima quarta (28) para se manifestar. Se houver a sanção, o salário dos ministros do STF irá dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil. Consequentemente, haverá um aumento imediato para todo o Judiciário federal.

Como o subsídio dos ministros do Supremo representa o teto do funcionalismo, também deverão subir os salários dos juízes estaduais e dos demais Poderes (Executivo e Legislativo).

O auxílio-moradia é garantido a todos os juízes e membros do Ministério Público desde 2014 por força de decisão liminar (provisória) de Fux, que ainda não foi analisada pelo plenário da corte, e de normas administrativas editadas posteriormente.

“Tem sido noticiado que Vossa Excelência estaria na iminência de revogar a liminar que foi deferida nos presentes autos, em razão e por consequência da eventual sanção do projeto de lei destinado a recompor, ainda que parcialmente, a Revisão Geral Anual”, afirma a AMB a Fux.

“A AMB pede licença para se antecipar a eventual decisão desse teor, visando a reafirmar que as questões são distintas e não deveriam, no entender da AMB, estar atreladas ou condicionadas”, continua.

De acordo com a AMB, tanto a União como os estados já vêm inserindo nos seus orçamentos, desde 2014, os valores necessários para pagar o auxílio-moradia. “Nada obsta que a União e os estados tenham condições de arcar com o pagamento do auxílio-moradia e da Revisão Geral [reajuste] mediante remanejamento de verbas”, sem aumentar as despesas totais com o Judiciário, afirma.

A AMB quer que Fux observe, em uma eventual decisão, trechos da LINDB (Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro) que preveem, entre outras coisas, que não se pode “impor aos sujeitos atingidos ônus ou perdas” e que determinam que haja um regime de transição em casos como esse.

Fonte.: Com informações da Folhapress.

Sobre admin

Veja também

Secretaria de Promoção e Assistência Social abre inscrição para o Programa Especial de Auxílio e Capacitação

O Governo de Andradina, por meio da Secretaria de Promoção e Assistência Social, informa que …

PSG garante que Mbappé continuará no clube na próxima temporada

O clube francês divulgou uma nota em suas redes sociais para garantir que o atacante …

Morre o tricampeão de F1 Niki Lauda

O piloto foi um dos maiores astros da F1! Oaustríaco Niki Lauda, tricampeão de Fórmula …

Quando a polícia mata, a Justiça não serve para nada

É com naturalidade que tratamos as notícias sobre mortes causadas pela polícia: ao lado da …

‘MARCHA DO SILÊNCIO’ POR DESAPARECIDOS OCUPA RUAS DE MONTEVIDÉU

Uma maré humana inundou o centro de Montevidéu na noite desta segunda-feira para exigir informações …

Macaé recebe o Projeto Cine de Respeito

Desde que foi criado o cinema tem um encanto, uma magia na vida das pessoas. …

Obras no GIME entram em reta final em Andradina

Na manhã desta segunda-feira (20), a prefeita Tamiko Inoue percorreu as principais obras em execução …

Chacina deixa ao menos 11 mortos em Belém, no Pará

O governo do Estado deve fazer uma entrevista coletiva ainda neste domingo para dar mais …

Jon Jones se irrita com declarações de ‘Marreta’: “Mostrei respeito até agora”

Na última semana, em entrevista ao site ‘Combate.com’, Thiago ‘Marreta’ declarou que não se incomodava …

Juiz morre após sofrer mau súbito em jogo disputado na altitude da Bolívia

Domingo de tragédia para o futebol. Durante o jogo entre Always Ready e Oriente Petrolero, …

Barragem ‘bomba-relógio’ faz população de Barão de Cocais (MG) arrumar malas

“A gente está apreensivo, aguardando o momento”, diz a professora Lourdes Reis, 56. Assim como …

Deontay Wilder nocauteia no 1º round, mantém cinturão da WBC e pede por superlutas

Grande nome da renovação do pugilismo americano, o peso-pesado Deontay Wilder voltou a dar show …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *