Útimos Posts
Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Corremos Risco De Entrar Em Estado De Sítio? Entenda O Que Significa O Termo

Corremos Risco De Entrar Em Estado De Sítio? Entenda O Que Significa O Termo

Estado de Sítio é um instrumento burocrático e político sobre o qual o chefe de Estado – que, no Brasil, é o(a) Presidente da República – suspende por um período temporário a atuação dos poderes legislativo (deputados e senadores) e judiciário.

Trata-se de um recurso emergencial que não pode ser utilizado para fins pessoais ou de disputa pelo poder, mas apenas para agilizar as ações governamentais em períodos de grande urgência e necessidade de eficiência do Estado.

SEGUNDO O BRASIL ESCOLA , A forma como o Estado de Sítio funciona depende muito da legislação constitucional que cada país possui. No Brasil e na maioria dos países, o Estado de Sítio possui uma duração muito limitada – aqui, de 30 dias – e só pode ser estendido em casos de guerra, tendo duração enquanto essa perdurar ou manter-se plenamente ativa. Na Constituição Federal (CF), o funcionamento do Estado de Sítio está fundamentado nos artigos 137 a 141.

Para entender melhor como se realiza o Estado de Sítio no Brasil, acompanhemos um trecho da CF em um dos artigos acima citados:

Art. 137 – O Presidente da República pode, ouvidos o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional, solicitar ao Congresso Nacional autorização para decretar o estado de sítio nos casos de:

I – comoção grave de repercussão nacional ou ocorrência de fatos que comprovem a ineficácia de medida tomada durante o estado de defesa;

II – declaração de estado de guerra ou resposta à agressão armada estrangeira.

Parágrafo único. O Presidente da República, ao solicitar autorização para decretar o estado de sítio ou sua prorrogação, relatará os motivos determinantes do pedido, devendo o Congresso Nacional decidir por maioria absoluta.

Portanto, podemos perceber que decretar o Estado de Sítio no Brasil não é algo simples. Primeiramente, o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional precisam ser consultados – embora não se especifique que esses devam aprovar a medida, apesar de imaginarmos que isso seja altamente recomendado.

Em segundo lugar, o Congresso Nacional precisa aprovar essa ação por maioria absoluta. Mesmo assim, isso só deve se realizar em ocasiões em que o estado de defesa demonstra-se ineficaz, em que houver grande repercussão no país ou outros casos relacionados, além do estado de guerra.

Além de todas essas ressalvas, cabe destacar que o chefe de Estado não gozará de total liberdade para tomar qualquer medida contra os cidadãos de seu país. Assim, apenas algumas ações poderão ser tomadas sobre os direitos individuais, tais como:

  • obrigação de permanência em um dado local; detenção em edifícios não destinados a esse fim;
  • restrições a direitos como inviolabilidade da correspondência e outros;
  • suspensão da liberdade de reunião;
  • direito de busca e apreensão, pelo Estado, em domicílios;
  • intervenção de serviços públicos em empresas particulares e a requisição de bens individuais pelo Estado.

Tudo isso está definido no Art.139 da CF, que permite, no entanto, medidas mais severas contra os cidadãos em casos de guerra.

Quando o Estado de Exceção chega ao fim, anulam-se também todos os seus efeitos. Nesse ínterim, o chefe de Estado possuirá ainda o dever de relatar, em mensagem ao Congresso Nacional, todas as medidas tomadas durante o Estado de Sítio, além de apresentar as justificativas, a relação dos nomes dos indivíduos atingidos e as respectivas restrições adotadas. Tudo isso é garantido em lei para assegurar que abusos de poder não sejam cometidos ou, se cometidos, sejam devidamente investigados e julgados.

Outra ação ditada pela Constituição Federal para garantir a melhor execução do Estado de Sítio é a indicação, por parte da Mesa do Congresso Nacional, de uma comissão composta de cinco nomes para fiscalizar as ações tomadas pelo chefe de Estado durante o período em questão. Antes da indicação, a referida Mesa deverá ouvir anteriormente todos os líderes partidários.

Estado De Sítio No Brasil

No Brasil, no ano de 1922 – muito antes, portanto, da promulgação da CF e da validade dos termos acima –, o presidente Arthur Bernardes declarou Estado de Sítio no país. Essa declaração foi dada em contexto de crise política, com o movimento comunista da Coluna Prestes, os Levantes Tenentistas e a ameaça de Guerra Civil separatista no Rio Grande do Sul.

Em muitos casos, a expressão Estado de Sítio é utilizada no sentido figurado e crítico, no sentido de dizer que os direitos individuais não estão totalmente assegurados na prática, seja pela ação do Estado, seja por outras instituições. Contudo, vale lembrar que, do ponto de vista legal, o Estado de Sítio só poder ser requerido pela Presidência da República.

Por Me. Rodolfo Alves Pena

Fonte.: NBO

Sobre admin

Veja também

Há 25 anos, Brasil conquistava o titulo do Mundial Feminino de Basquete

Na semifinal o Brasil venceu de 110 a 107 contra os Estados Unidos, e a …

BRASIL VENCE IRLANDA E VAI À FINAL DO TORNEIO DE TOULON COM GOLS DE PAULINHO E MATHEUS CUNHA

O estrelado elenco sub-23 da seleção brasileira venceu a Irlanda por 2 a 0 nesta quarta, pela …

Tamiko acompanha revitalização de espaços públicos

A prefeita Tamiko Inoue esteve no Centro Social Urbano (CSU), acompanhando as ações da Secretaria …

Tamiko acompanha passo a passo de obras do PAC2

Andradina 100% pavimentada é um dos sonhos de toda a equipe do Governo Municipal, pois …

Educação oferece curso para Auxiliares de Desenvolvimento Infantil em Andradina

O Governo de Andradina, por meio da Secretaria Municipal de Educação, iniciou nesta quarta-feira (12) …

Tamiko discute na Artesp acesso que levará desenvolvimento além da Rondon e Integração

A prefeita Tamiko Inoue realizou reunião, na tarde desta segunda-feira (10), na sede da Artesp …

STF deve julgar dia 25 suspeição de Moro pedida pela defesa de Lula

O argumento central da defesa é o fato de Moro ter aceitado, em novembro, o …

Ciclistas são destaque da Copa ABD e se preparam para etapa em Andradina

Atletas andradinenses mais uma vez foram destaque durante a terceira etapa da Copa ABD realizada …

Projeto Cine de Respeito levou entretenimento aos moradores do Assentamento do Timboré

Na noite da última sexta-feira (7), o Assentamento do Timboré recebeu o Cine de Respeito. …

Tamiko visita reforma na Praça do Teodoro

Andradina é uma cidade excepcionalmente arborizada, de ruas e avenidas largas e bem planejadas, com …

Brasil vai em busca da final do Torneio de Toulon nesta quarta-feira

A Seleção Brasileira segue firme e forte em busca do título do Torneio de Toulon. …

Porteiro registra boletim de ocorrência contra Najila por ameaças

O porteiro do prédio no qual vive a modelo Najila Trindade, que acusa Neymar de …

Gillette pede para que logomarca seja retirada do site de Neymar

Neymar, no meio de uma crise pessoal, ainda precisa resolver problemas com antigos parceiros comerciais. …

Brasil faz último amistoso hoje antes da estreia na Copa América

A seleção brasileira faz hoje (9) o seu último jogo amistoso antes da estreia contra …

Gilmar Mendes libera pedido de habeas corpus de Lula para julgamento

Após o vazamento de conversas entre o então juiz federal Sergio Moro e integrantes da força …

Santos ‘se vinga’ do Atlético-MG com vitória na Vila e assume a vice-liderança

Peixe aplicou 3 a 1 após ter sido eliminado pelos mineiros na Copa do Brasil …

Paris Saint-Germain informa que Neymar vai ficar quatro semanas em tratamento

O Paris Saint-Germain anunciou neste sábado que o atacante Neymar vai ficar quatro semanas afastado …

Governo de Andradina pavimenta ruas em Planalto

O vice-prefeito Pedro Bentivoglio esteve acompanhando a pavimentação das ruas Piragibe e Guaitacás no bairro Planalto. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.