Copinha atraiu milhares de torcedores em Andradina

A Copa São Paulo de Futebol Júnior, edição 2019, movimentou a cidade de Andradina neste início de ano atraindo milhares de torcedores ao estádio municipal “Evandro Brembatti Calvoso”.

Crianças, jovens e adultos, reunidos com os amigos e as famílias acompanharam a excelente campanha realizada pelo Andradina Esporte Clube que chegou até a segunda fase da competição.

“É um sonho para gente!”, assim definiu Fernando Lima, técnico do Andradina, que no passado fez parte da torcida e hoje junto com os atletas e a comissão técnica alcançou esse feito histórico para o esporte da cidade.

“Trabalhamos muito, não somente a parte física dos jogadores, mas também a emocional, pois sabíamos a responsabilidade em nós depositada tanto pelos gestores que abraçaram a causa, mas também pela torcida que há tanto tempo não ‘vibrava’ pelo time andradinense e assim alcançamos o objetivo.

Mais do que a classificação, o melhor prêmio foi ver, ouvir e sentir o estádio lotado”, destacou o técnico agradecendo a prefeita Tamiko Inoue pelo apoio em trazer a competição.

A Copa São Paulo de Futebol Júnior, ou Copinha, é uma competição de futebol masculino sub-20 do Brasil, organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF) e inclui clubes não só de São Paulo, mas de todo o Brasil e, eventualmente, clubes de outros países.

Em 2019, completou 50 anos e com Andradina pela primeira vez na história como sede. A etapa da cidade recepcionou os times do Ceará, Ceilândia e Ponte Preta. Saíram classificados o Andradina e Ponte Preta para a segunda fase. Na segunda fase o Andradina enfrentou a equipe do Rio Preto, perdendo por 1 x 0, e deixando a competição.

O diretor da FPF – Sede Andradina -, Ademir Molina, se diz surpreendido pelo incentivo da torcida e relata boa atuação da Comissão Organizadora.

“Andradina depois da realização dessa etapa da Copa São Paulo, será vista com outros olhos pela Federação, pois mostrou que sabe como fazer e tem estrutura para sediar outros eventos esportivos. Uma grata surpresa”, concluiu Molina.

Os visitantes também ficaram com uma boa impressão do município. “As pessoas daqui tem bom coração, te tratam com muito respeito e isso é bem difícil no futebol”, relata Flávio Marchi, supervisor do time da Ponte Preta.

Já o capitão do time do Ceilândia, Daniel Patrick disse que sentiu a simpatia e principalmente o respeito dos torcedores até mesmo no jogo contra dos donos da casa. O técnico Leonardo Roquete também relatou sua satisfação.

“Desde a recepção do hotel até na despedida com a Comissão Organizadora, o que se vê é um povo muito educado e apaixonado por futebol. Que Andradina continue sendo sede da competição e assim possamos voltar mais vezes”.

Os jogos que em sua maioria aconteceram em dia de semana e em horário comercial, surpreenderam com o público presente.

“Mesmo diante do horário e da temperatura alta fomos surpreendidos por uma torcida apaixonada, que vibrou pelo time da cidade”, comentou o secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Manoel Messias.

Messias também agradeceu o empenho de todos os envolvidos. “Foram dias de muito trabalho para os funcionários da Prefeitura e voluntários que deixaram as festas de fim de ano em família para se dedicarem aos preparativos da competição. Fica aqui, o nosso muito obrigado, se não fosse por eles, nada seria possível”.

A Copinha também é conhecida por revelar talentos e um em especial brilhou durante as partidas, o jogador pelo time de Andradina, Emerson Freitas, mais conhecido como Vagalume que agradeceu a população andradinense pelo incentivo. “Estou realizado. Escutar seu nome em uma torcida com mais de 5 mil pessoas, é o sonho de qualquer jogador iniciante”.

Depois do jogo da última sexta-feira (11), contra o time de Rio Preto, o Andradina Esporte Clube não conseguiu a classificação para a próxima fase, mas segue em treino para a Série B do Campeonato Paulista.

Fonte: Secom/Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.