Página Inicial / Aconteceu/ Ultima hora / Bolsonaro sanciona lei que cassa por 5 anos CNH de motorista contrabandista

Bolsonaro sanciona lei que cassa por 5 anos CNH de motorista contrabandista

Presidente da República vetou trecho da nova legislação que previa a perda do CNPJ para empresas pelo transporte, distribuição, armazenamento e comercialização de produtos falsificados ou oriundos de furto, roubo, descaminho e contrabando.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou nesta quinta-feira, 10, lei que prevê a cassação da carteira nacional de habilitação (CNH) aos motoristas que utilizarem veículos para cometerem os crimes de receptação, contrabando e descaminho – arts. 180, 334 e 334-A do Código Penal. As novas regras foram publicadas na edição desta sexta, 11, do Diário Oficial da União e já estão em vigor.

O texto altera o Código Brasileiro de Trânsito para disciplinar que os condutores condenados pelos crimes, com sentença transitada em julgado, terão seus documentos de habilitação cassados e só poderão receber autorização para dirigir depois de cinco anos.

No caso do motorista ser preso em flagrante pelos crimes de receptação, descaminho e contrabando, o juiz terá a prerrogativa de suspender a habilitação em qualquer fase da investigação ou da ação penal.

Empresas ficam livres

Antes de seguir para sanção presidencial, a nova legislação foi aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados no dia 13 de dezembro de 2018.

O texto original determinava a perda do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) para empresas pelo produtos falsificados ou provenientes de furto, roubo, descaminho e contrabando. O trecho, contudo, foi vetado por Jair Bolsonaro.

O presidente também suprimiu outros dois pontos da redação aprovada pelo Congresso Nacional, os quais tornavam obrigatórios para estabelecimentos que vendem bebidas e cigarros a afixação de cartazes com a mensagem “É crime vender cigarros e bebidas de origem ilícita. Denuncie”.

Fonte.: PortalRegional 

Sobre admin

Veja também

Serviços secretos invadem Assembleia Nacional e gabinete de Guaidó

Foram arrombadas as gavetas da presidência e vice-presidência Forças da segurança da Venezuela, incluindo do …

Governo de Andradina capacita profissionais da rede de proteção social da criança e adolescente

A Secretaria de Promoção e Assistência Social do Governo de Andradina em parceria com o …

Anistia pede que Tribunal de Haia investigue crimes contra humanidade na Venezuela

As práticas de repressão contra a população civil executadas pelo governo venezuelano podem constituir crimes …

Radiografia do Sebin, o temido serviço de inteligência de Venezuela

Classificado pelas organizações dos direitos humanos como “instrumento de perseguição política”, o serviço de inteligência …

Em jogo sem TV, Palmeiras vence o Atlético-MG e assume a ponta do Brasileiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Na primeira grande partida sem transmissão de TV do Campeonato …

Itaú planeja fechar até 400 agências no Brasil

Com o objetivo de se adequar à migração das transações bancárias de clientes para canais …

Idoso discute com vigilante de banco e é baleado no abdômen

  Um idoso foi baleado por um vigilante de uma agência do banco Bradesco, na …

Tamiko entrega trator e implemento agrícola para o Timboré

Na manhã desta segunda-feira (13) a prefeita Tamiko Inoue realizou ao lado do vereador Joaquim …

Morte misteriosa de cinco pessoas deixa a Alemanha em choque

A morte misteriosa de cinco pessoas, que tiveram os corpos encontrados na Baixa Saxônia, três …

Cultura de Andradina fez homenagem ao Dia das Mães

A Secretaria de Cultura do Governo de Andradina realizou na noite da última sexta-feira (10), …

Hamilton vence GP da Espanha e assume liderança da Fórmula 1

Deu Mercedes novamente. Na manhã deste domingo, Lewis Hamilton largou na segunda colocação, assumiu a …

Aldo cansa no fim e é derrotado por Alexander Volkanovski por decisão unânime no Rio de Janeiro

Ex-campeão dos pesos-penas do UFC começa a luta muito bem, mas é superado pelo fôlego …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *